Dicas de Saúde

12/07/2012 14:07

Shantala

Massagem indiana que tranqüiliza, evita cólicas, insônia, melhora a digestão e ainda ajuda a aprofundar a relação de afeto entre você e seu bebê

O QUE É SHANTALA:

O obstetra Fréderic Leboyer percebeu que na Índia, apesar da pobreza, as crianças tinham bom tônus muscular e eram alegres. Foi pesquisar e conheceu Shantala, nas ruas pobres de Calcutá. A mulher estava com o filho no colo e massageava a criança com naturalidade. Leboyer descobriu que aquilo era uma tarefa diária das mães indianas, gostou do que viu e resolveu levar para a Europa o que havia aprendido. Batizou a massagem de Shantala, e escreveu um livro sobre o assunto. A Shantala pode ser feita em crianças de até 9 anos. Para começar, coloque uma música suave e deixe o ambiente aquecido. O bebê não pode sentir frio.

CONSULTORIA:

 

UM: Sente com as pernas esticadas, as costas eretas e coloque a criança de frente para você numa posição confortável, apoiada nos travesseiros. Busque os olhos dela sempre. A massagem deve ser feita sem pressa, como um ritual. Mantenha a concentração e sinta as reações do bebê. Deixe um brinquedo por perto, caso ele estranhe a situação.
DOIS: Com muita calma, deslize suavemente as mãos pelo corpo do bebê, da cabeça aos pés.
TRÊS: Pingue algumas gotas de óleo na mão e coloque no peito do bebê. Massageie fazendo um "x" e cruzando o tórax.
QUATRO: Massageie os braços do bebê até as mãos como se fossem uma rosca, depois abra a palma da mão e suavemente massageie cada dedo.
CINCO: Agora passe o óleo na barriga com as mãos espalmadas, de cima para baixo, fazendo uma leve pressão no ventre.
SEIS: Como nos braços, massageie as coxas com o movimento de rosca ou torção. Em seguida, massageie a planta do pé. Primeiro com os polegares e depois com a palma da mão.
SETE: Vire o bebê de bruços e comece a massagear as costas com as duas mãos, simultaneamente, indo do pescoço ao bumbum.
OITO: Com uma das mãos apóie o bumbum do bebê e com a outra percorra as costas, descendo da nuca às nádegas, como uma onda.
NOVE: Continue a percorrer as costas de alto a baixo, mas, em vez de parar no bumbum, siga com o movimento até embaixo, passando pelas coxas, pernas e pelos pés.
DEZ: Vire a criança de frente novamente para massagear o rosto. Deslize os dedos da testa para o queixo, com movimentos circulares em volta dos olhos e da boca.
ONZE: Faça nos braços e nas pernas movimentos cruzados de abrir e fechar, respeitando a flexibilidade da criança. Antes de acabar, leve o bebê próximo a seu rosto e converse baixinho, sempre olhando nos olhos, como no começo.

BOA MASSAGEM!!!