Notícias e Artigos

31/03/2012 17:38

Lesão Ligamento Cruzado Anterior / CPM

Lesão do ligamecruzado anterior ( LCA)

 

O Ligamento cruzado anterior é o mais atingido na prática de esporte. A perda do LCA influencia os mecanismos funcionais da articulação do joelho aumentando a instabilidade do mesmo. A maioria das lesões do LCA requer uma intervenção cirúrgica, geralmente mediante artroscopia, utilizando outro tendão. A reabilitação depois da intervenção cirúrgica é um processo longo e importante, que requer frequentemente vários meses. Cabe salientar que os protocolos de reabilitação servem como um guia na prescrição das condutas fisioterápicas pós-operatórias devendo, portanto, serem flexíveis e individualizados

 

Figura  1 . Mostra uma imagem de uma ressonância magnética com uma lesão do ligamento cruzado anterior


A importância de se diagnosticar a lesão do LCA precocemente ocorre para que essa lesão não evolua com lesões meniscais, agravamento da instabilidade anterior ou para favorecer a progressão das lesões que levem a degeneração da cartilagem articular.

A reeducação funcional do joelho pós-operatório é um grande desafio, tanto para o cirurgião quanto para o fisioterapeuta pois as atividades devem ser desenvolvidas seguindo critérios biológicos da cicatrização do enxerto onde a escolha do  exercício deve ser cuidadosamente planejado respeitando as condições biomecânicas e físicas do indivíduo.

A movimentação precoce é benéfica por reduzir a dor, evitar retrações capsulares, lesões da cartilagem articular e por minimizar a formação de fibrose evitando as limitações articulares. O aparelho de CPM (Movimentação Passiva Contínua) (figura abaixo) ajuda a evitar essas complicações.


Benefícios Clínicos da Utilização da Fisioterapia com CPM

  • Diminuir o ciclo de trauma, inflamação e perda de movimento;
  • Previne a rigidez articular;
  • Acelera a recuperação do movimento pós-operatório;
  • Mantém a qualidade da superfície articular;
  • Reduz o tempo de hospitalização;
  • Reduz dor e edema;
  • Favorece a cartilagem hialina;
  • Reduz a necessidade de medicamento para dor;
  • Promove a movimentação passiva e contínua imediata no pós-operatório;
  • Mantém posições desejadas para alongamento de repouso muscular.

 

O tratamento é feito por diárias (hospital) e na clínica por sessões, após liberação do ortopedista. É só ligar e o fisioterapeuta responsável vai até o paciente, orienta a utilização e acompanha a reabilitação.

                      Maiores informações, entre em contato.

                     


Veja também sobre cpm cirurgia de joelho lca